Como aprender espanhol sozinho em pouco tempo

Como aprender espanhol sozinho em pouco tempo

Andressa Federizzi
Andressa Federizzi
8 minutos de leitura
aprender espanhol sozinho - blog-kultivi

Há muitas formas de aprender um idioma sozinho: músicas, aplicativos, repetição, traduções ao pé da letra, enfim, são várias as técnicas. E com espanhol não seria diferente. 

Como a missão deste blog é te ajudar a aprender mais e mais e de forma eficiente, eu vamos compartilhar com você dicas (infalíveis) para aprender espanhol sozinho, em pouco tempo e sem grandes investimentos. 

O ano começou, as energias foram renovadas e você estabeleceu algumas metas para 2022, certo? 

Imagino que uma delas seja aprender um novo idioma e por que não uma das línguas mais faladas no mundo, o espanhol? 

Boas músicas em Língua Espanhola estão sempre em nossas playlists. Acompanhamos uma das séries espanholas mais famosas da Netflix, a La Casa de Papel. E muito antes disso, vimos o Chaves divertir adultos e crianças.

Pense um pouco e analise o quanto a Língua Espanhola circula em nosso cotidiano.  É muito mais do que a gente imagina.

Então, chegou a hora de tirar as metas do papel, colocar a mão na massa e começar a aprender espanhol sozinho, de forma rápida e eficiente. 

Neste artigo vou te contar tudo o que você precisa saber sobre isso. 

É possível aprender espanhol sozinho em quanto tempo?

Seus objetivos, o tempo dedicado a estudar, a imersão do idioma, o quanto você se comunica em Espanhol influenciam na estimativa do tempo para a fluência.

Isso significa que depende de vários fatores. Estudantes que dispõem de um tempo maior podem ser fluentes em 2 anos.

É importante mencionar aqui que a fluência está muito relacionada com a capacidade de conversar no idioma e isso pode acontecer desde os primeiros meses de aprendizado, mesmo que usando uma estrutura e vocabulários básicos.

Alguns chamam isso de fluência básica, quando você consegue manter um diálogo com um nativo sobre coisas do dia a dia, mas não é suficiente para participar de uma entrevista de emprego ou palestra, por exemplo.

Portanto, o tempo para aprender espanhol sozinho está mais relacionado com o seu tempo disponível para estudar.

Em 1 ano de estudo, com planejamento e métodos que potencializam o aprendizado, você terá um amplo conhecimento do Espanhol, capaz de compreender, falar e escrever tópicos básicos a intermediários no idioma.

Para um alto nível de compreensão e uso do Espanhol é preciso de 2 a 3 anos de estudos.

Outro detalhe importante aqui é que, há muitos aspectos culturais, idiomáticos e de vocabulário que precisamos aprender sempre. É possível, mesmo que com conhecimento avançado, não conhecer alguma palavra e isso faz parte de estudar línguas estrangeiras.

Dicas para praticar ou aprender Espanhol sozinho

Com a grande quantidade de informação disponível na internet, há muitas opções gratuitas para você aprender Espanhol.

Há muita gente dedicada a ensinar o idioma, o que facilita e democratiza o acesso.

Seja qual for a sua necessidade, dá para responder questões do nível básico e até aprofundar os estudos fazendo uma imersão no idioma.

As fontes para esta prática são muitas. Seja músicas, filmes, novelas ou canais no YouTube.

Ouvir ajuda muito no desenvolvimento da língua, isso porque você acostuma o ouvido com a sonoridade e pronúncia do idioma.

São 4 habilidades a serem desenvolvidas para que você tenha uma aprendizagem efetiva: ouvir, falar, ler e escrever. Para isso, listei abaixo algumas dicas que comprovadamente vão te ajudar a ser fluente no Espanhol.

1 Crie uma rotina de estudos

Para aprender Espanhol sozinho mais rápido, estabeleça um tempo de estudos por dia, 20 minutos, meia hora de contato intenso com a língua. 

Nesse tempo você pode assistir ou revisar aulas, fazer exercícios, escrever um texto, um parágrafo que seja, ou ainda, escutar, treinar a pronúncia das palavras e expressões. O importante aqui é a intensidade desse estudo. Isso fará com que você entre num processo de imersão do idioma. 

Estudar com frequência, manter a disciplina é muito importante e faz toda a diferença.

Lembre-se que o sucesso ou fracasso do aprendizado depende só de você. Estabelecer um objetivo e planejar os estudos te mantém focado. E o foco te levará a fluência muito mais rápido.

Para te ajudar a manter a disciplina e o foco, a Kultivi disponibilizou, gratuitamente,  um plano de estudos que fará toda diferença no seu dia a dia e na organização dos estudos. É um PDF interativo, ou seja, ao clicar nos botões indicados você será redirecionado para a aula de Espanhol da Kultivi. 

É importante antes de começar a usar o plano que você tenha feito o cadastro no site ou app e se matriculado no curso.

Este plano irá ajudar a criar rotina semanal de aprendizado. Depois que estudar Espanhol se tornar um hábito, fica mais fácil evitar a procrastinação.

2 Converse em Espanhol

No início a timidez fala mais alto, mas depois a conversação vai fluindo e você conseguirá manter um diálogo longo, sobre qualquer assunto.

Existem alguns aplicativos que estabelecem este contato com estrangeiros. Há também vários falantes nativos de Espanhol morando no Brasil. 

Pesquise se na sua cidade não há uma instituição como o Ancur.org e Casa Venezuela que realiza ações sociais para refugiados venezuelanos ou até mesmo ongs com aulas de brasileiro para venezuelanos. Uma ótima oportunidade de aprender mais sobre a cultura, a língua e fazer o bem.

E também para você aproveitar ao máximo sua jornada de aprendizado de espanhol e aprofundar ainda mais sua imersão no idioma, temos outra dica bem bacana.

Um curso online, 100% gratuito, onde você vai aprender desde os pilares da construção da aprendizagem, até métodos práticos para que seus estudos sobre qualquer idioma seja mais eficiente.  

Esse curso está disponível na plataforma da Kultivi, tem duração de 3,5 horas e é uma parceria com a Polidots que ensina métodos inovadores para iniciar a conversação de forma acelerada, além de ensinar como chegar a fluência num idioma em pouco tempo.

3 Amplie seu contato com a língua espanhola

E agora faça as contas de quanto tempo você tem contato com a língua que está aprendendo?

A diferença é grande né?!

Isso é algo que atrasa nossa evolução em qualquer idioma. Quanto menos contato tivermos com a língua, mais tempo demoraremos para aprendê-la.

Já observou como um bebê aprende a falar? Ele está cercado por vários estímulos que o ajudam a memorizar os sons.

Assim é que devemos fazer para aprender Espanhol. Criar uma imersão no máximo de tempo possível.

A pronúncia é uma das habilidades que demoramos mais tempo para desenvolver porque temos alguns medos que não nos deixam tentar. Mas, ampliando seu contato com a língua espanhola, você pode melhorar, e muito, a sua pronúncia.  

O que vai auxiliar você nesse processo:  leia em Espanhol (preferencialmente notícias, pois trata de temas que estão sendo discutidos em diversos idiomas), ouça músicas, assista filmes e séries e tente falar.

Leia muito

Leia muito, mas muito mesmo em Espanhol. Textos, livros, reportagens, sites espanhóis. Esse contato com o idioma, observando a escrita, a forma das palavras e até mesmo as regras gramaticais vão fazer toda diferença.

Uma boa leitura é uma ótima opção para ampliar seu contato com o idioma, além de ser super divertido, não é mesmo?

Aqui tenho sugestões de Bons Livros em Espanhol para: Leitura, compreensão e escrita

Aproveite os momentos de diversão

Quem não adora assistir a um bom filme, uma série e até mesmo novelas?

Aproveite esse seu momento de descontração e relaxamento para praticar tudo o que você aprendeu nos seus estudos sobre o espanhol.

Por que não configurar os áudios e legendas da Netflix para o idioma? Ou ainda, assistir uma boa novela mexicana?

La Casa de Papel, Narcos ou Vis a Vis em espanhol pode ser muito mais divertido e realista, além de te proporcionar o aprendizado de várias expressões, pronúncias e até mesmo da própria cultura e história dos países envolvidos. 

As músicas também fazem parte dos nossos momentos de diversão, não é mesmo?

Há até quem prefira estudar e trabalhar curtindo um som agradável ou uma melodia interessante. 

Se isso faz parte da sua rotina, aproveite e torne isso um momento de aprendizagem também. 

Vai me dizer que você não se mexe todo quando escuta Despacito, Shakira ou Luis Fonsi. Aprender não só pode como deve ser divertido também!

4 Repetição é uma ótima estratégia

Você quer acelerar o aprendizado do idioma, não é mesmo? Então estude com frequência e disciplina.

Quanto mais tempo ficamos sem rever determinado conteúdo, mais fácil é para esquecê-lo.

Paralelo a isso, a repetição também ajuda a desenvolver a pronúncia e a compreensão auditiva.

Uma atividade interessante aqui é selecionar um vídeo e trabalhar com ele, nossa sugestão é:

  1. Ouça uma primeira vez todo o vídeo e tente entender o geral;
  2. Depois leia a legenda e pesquise as palavras que você não conhece ainda;
  3. Na sequência, veja o vídeo pausando em cada frase, repetindo cada uma delas em voz alta. Preste bastante atenção na pronúncia e no som de cada palavra;
  4. E uma última vez, assista-o por completo, sem legenda.

* Dica: Lembre-se de anotar as palavras novas.

Se preferir, você pode elaborar alguns resumos com os tópicos gramaticais e revê-los uma vez ao mês para não esquecer.

5 Pratique o idioma

Uma ótima forma de praticar é ensinar alguém.

Talvez vocês já tenham ouvido por aí que quando você ensina alguém o seu aprendizado é muito maior do que quando você só escuta.

Isso porque para ensinar você precisa estudar muito. E estudando muito você memoriza – e nunca mais esquece.

Então, segundo os estudos de William Glasser (famoso pela pirâmide de aprendizagem) ler, ver e ouvir contribuem significativamente para o aprendizado, cerca de 50%.

No entanto, o restante da aprendizagem envolve atividades de debate e troca de ideias. Além de atividades práticas (como fazer determinada coisa) e ENSINAR.

De acordo com a pirâmide, aprendemos cerca de 10% do que lemos, 20% do que ouvimos e 70% quando debatemos sobre o assunto.

como aprender espanhol sozinho

Porém, quando juntamos várias ações para o mesmo objetivo, somos capazes de absorver muito mais rápido e memorizá-lo com maior facilidade.

Então pratique o idioma ensinando alguém. Se você não tem com quem colocar a atividade em prática, ensine um aluno fictício: seu pet, sua imagem no espelho ou qualquer outra alternativa que encontrar.

Só não deixe de preparar uma aula. Tente explicar a teoria, mostre alguns exemplos e resolva alguns exercícios.

Se você testar, não irá se arrepender.

6 Faça anotações de vocabulário

Tenha em mãos um caderninho para anotações.

Divida uma parte para vocabulário e uma parte para tópicos gramaticais.

Porém, não anote a tradução. Substitua a tradução por um desenho, sinal, sinônimo ou uma frase que te ajude a lembrar o significado.

Comece a pensar em Espanhol para acelerar o aprendizado. Se você sempre traduzir, o português irá interferir e sua fluência levará mais tempo.

Veja um exemplo: Oficina – No sabes lo complicada que es mi situación en la oficina. – Lugar de trabajo.

A palavra, uma frase com a palavra em uso e por fim, a definição da palavra. Assim é possível compreender o significado sem o uso da tradução.

Anotações são sim importantíssimas!

Se você já é aluno do curso de espanhol online e gratuito da Kultivi e não quer perder nenhuma informação das aulas, temos uma sugestão pra você. No Klubi, além de muitos benefícios (como descontos em mais de 300 lojas) você pode fazer anotações online das aulas do curso e não perder nenhum detalhe do que aprendeu? Saiba mais.

Ferramenta de anotações no vídeo Klubi

7 Pesquise sobre os principais aspectos culturais

Se puder viajar para praticar o idioma ótimo.

Mas se não puder, faça pesquisas. Mais uma vez a internet é aliada.

Assista aos canais de viagens. Aprenda sobre a origem das principais festas e pratos típicos. Busque por fatos históricos e marcos importantes que envolvam a Língua Espanhola.

E se você programou uma viagem, faça a tarefa de casa antes de arrumar as malas. Pesquise sobre aspectos históricos e culturais para não cometer nenhuma gafe.

Sugiro aqui alguns canais no YouTube para você conhecer:

Luisito comunica;

Monitor Fantasma;

Caja de Películas;

Alanx el mundo;

CdeCiencia.

Eles abordam variados temas como filmes, curiosidades, diário de viagens entre outros, que podem servir como ferramenta de estudo.

8 Escreva em Espanhol

Quando escrevemos, estamos organizando várias ideias soltas em um trecho coeso, coerente, estruturado e normalmente de fácil compreensão.

Produzir um pequeno texto por semana ajuda a memorizar vocabulário e tópicos gramaticais.

Além de desenvolver nossa capacidade de autocorreção. Porque durante a escrita, vamos articulando e ajustando as frases para que sejam compreendidas pelo leitor.

Portanto, escreva sobre sua rotina, sobre seu trabalho, sobre você, seus planos ou sobre sua família. Se possível, peça para alguém corrigir.

Assim você será capaz de identificar suas dificuldades e trabalhar com elas ao longo do processo de aprendizagem.

DICA BÔNUS

A última dica deste artigo é para você que quer aprender Espanhol sozinho, online,  sem pagar mensalidade, e podendo escolher o horário que quiser!

Você quer mesmo aprender Espanhol? Então cadastre-se no nosso curso de Espanhol completo. É online, 100% gratuito, com materiais e e-books para download.

São 60 horas e no final do curso você pode acessar certificado gratuito.

Para você conhecer um pouco sobre o curso, confira esse vídeo de apresentação elaborado pela professora Thais.

Gostou das dicas? Então compartilhe este conteúdo e continue nos acompanhando.


POSTS Relacionados

aprender Libras
Idiomas

Por que Aprender Libras? Inclusão e Oportunidades Profissionais

Saiba porque aprender Libras garante oportunidades e destaque profissional. Como e onde é possível aprender a Língua de Sinais.

verbo to be
Idiomas

Como usar o verbo To Be | inglês gratuito Kultivi

Como usar o verbo to be? Ele é usado em muitas situações na Língua Inglesa. Equivale aos verbos ser e estar em português.

como aprender francês sozinho
Idiomas

Como aprender Francês sozinho? 6 dicas infalíveis

Saiba como aprender Francês sozinho e dominar um dos idiomas mais usados no mundo. O francês abre caminhos acadêmicos e profissionais