Quando usar DO e DOES | Inglês

Andressa Federizzi
Andressa Federizzi
4 minutos de leitura

Hello students! A dica de hoje é sobre quando usar Do e Does, verbos estes que geram muitas dúvidas nos iniciantes do Inglês.

Aliás, um dos principais erros no início do aprendizado do idioma ocorre porque que buscamos traduzir estes verbos auxiliares.

Mas antes de chegar lá, vamos entender como se dá o tempo presente em Inglês.

O tempo presente (Simple Present) em Inglês

Usa-se simple present para falar de coisas/fatos gerais ou permanentes, por exemplo:

  • I like apple.
  • The sky is blue.

Ou ainda para indicar ações regulares e hábitos.

  • I eat fruit every day.
  • My English class is on Saturday.

Desse modo, você percebeu que o verbo to be foi utilizado para indicar o tempo presente.

Mas você já está craque no verbo to be, visto que é um dos primeiros verbos em Inglês que aprendemos.

Ainda tem dúvidas? Já falamos dele aqui no blog.

Todavia, você lembra que no verbo to be, há alteração no verbo que indica a ação para as diferentes pessoas. Certo?

  • I – am
  • He/She/It – is
  • We/You/They – are

Assim também é para o tempo presente. Para He/She/It o verbo de ação sofre uma pequena mudança.

  • I work/teach/do
  • You work/teach/do
  • He works/teaches/does
  • She works/teaches/does
  • It works/teaches/does
  • We work/teach/do
  • You work/teach/do
  • They work/teach/do

Nada complicado. Só precisamos memorizar que para He/She/It devemos acrescentar s ou es no verbo.

E então você me pergunta: “Mas como vou saber quando vai s ou es?” Calma que eu te explico.

As regrinhas são bem simples.

Terceira pessoa (He/She/It) no presente simples em Inglês

Nas afirmações em terceira pessoa, o verbo sofrerá alteração. Portanto, preste atenção nas seguintes regras.

Quando o verbo terminar em: SH – CH – X – S – Z ou O, adicione ES. Por exemplo:

  • Sam goes to work by car.
  • Paul washes the dishes after lunch.
  • A mechanic fixes cars.

Quando o verbo terminar em: Y, corte a consoante Y e adicione IES. Por exemplo:

  • Mike cries with sad movies. (verb: to cry)
  • Stacy studies in a great college. (verb: to study)

Para os demais verbos: adicione S. Como por exemplo:

  • Mary dances very well.
  • Liam writes poems.

Os verbos to be e to have são exceções. Por exemplo:

  • To be: is/are
  • To have: has
  • She has a big dog.

Conseguiu compreender?

Para reforçar: sempre que formos falar sobre fatos, rotina ou coisas em geral, usamos o tempo presente.

E para He/She/It, flexionamos o verbo conforme as regras acima.

Pratique para não esquecer, combinado?

Forma interrogativa e negativa de DO e DOE

Além disso, usamos o Do ou Does (para He/She/It) também para fazer perguntas no presente.

Quando formos perguntar, estes verbos exercem a função de auxiliar, e portanto, devem ser colocados no início da frase e não são traduzidos.

  • Do you drive? – Você dirige?
  • Does she drive? – Ela dirige?

Portanto, sempre que for perguntar, você deve utilizar os verbos auxiliares.

Sei que de primeiro momento parece estranho. Isso porque o DO não é só um verbo auxiliar. Mas também representa uma ação. Por exemplo:

  • Do: fazer
  • Do the dishes: lavar a louça.
  • Do the homework: fazer a tarefa de casa

Mas lembre-se, em uma sentença interrogativa no presente o DO exerce função de verbo auxiliar e NÃO é traduzido.

Forma negativa do verbo DO/DOES

Por fim, do/does é utilizado também para responder as perguntas ou apenas negar uma informação.

  • No, I don’t drive. – Não, eu não dirijo.
  • No, he doesn’t drive. – Não, ele não dirije.

Portanto, na forma negativa o verbo auxiliar do/does se une ao not para formar don’t ou doesn’t.

  • Do + not
  • Does + not

Agora, preste atenção a um detalhe: ao utilizar o verbo auxiliar DOES na pergunta ou na negação, não é necessário flexionar o verbo de ação.

Isso porque o DOES já está flexionado para a terceira pessoa. Veja:

quando usar do e does - blog kultivi

Mamão com açúcar, não é mesmo?! Creio que agora você já aprendeu quando usar Do e Does, mas para a explicação ficar ainda mais completa, confira mais alguns exemplos para fixar este conteúdo.

Affirmative
NegativeInterrogative
I eat chocolate.I don’t eat chocolate.Do I eat chocolate?
You listen rock and roll.I don’t listen rock and roll.Do you listen rock and roll?
He likes to play the guitar.He doesn’t like to play the guitar.Does he like to play the guitar?
She studies English every day.She doesn’t study English every day.Does she study English every day?
It works perfectly.It doesn’t work.Does it work?
We speak French.We don’t speak French.Do we speak French?
They cook japanese food.They don’t cook japanese food.Do they cook japanese food?

Na aula abaixo, o professor Rui explica um pouco mais sobre o tempo presente em Inglês e você poderá ver mais exemplos de quando usar Do e Does.

Então é isso, espero que este artigo tenha ajudado na sua caminhada rumo à fluência em Inglês.

E não deixe de praticar…

Tarefa: Pesquise sobre o verbo to do no passado

Agora que você já conhece a estrutura no presente, busque aprender como é no passado.

Você sabia que o passado do DO é DID?

A estrutura é semelhante para perguntas e negações. Usa-se did ou didn’t para todas as pessoas.

  • Did you do the homework?

No entanto, nas afirmações o verbo flexiona. Existem verbos regulares e irregulares.

  • Mozart wrote more than 600 pieces of music.
  • I went to the cinema three times last week.

Mas isso é tema para um próximo artigo neste blog. Esta foi só uma introdução do past simple.

Belezinha? Então continue acompanhando para aprender sempre mais.

See you!


Compartilhe:

POSTS Relacionados

Idiomas

A importância de saber muitos idiomas para o mercado de trabalho

Hoje em dia, vivemos em um mundo cada vez mais globalizado, onde a comunicação e a interação entre diferentes culturas e países são essenciais. Nesse contexto, saber falar vários idiomas se tornou uma habilidade extremamente valorizada no mercado de trabalho. Neste artigo, vamos explorar os benefícios de ser fluente em várias línguas, a demanda por […]

Mapas Mentais

Tradutor e Intérprete de Libras

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é uma ferramenta vital para a comunicação da comunidade surda no Brasil. No entanto, para que essa comunicação ocorra de forma eficaz em diferentes contextos, a presença de profissionais especializados é essencial. Entre esses profissionais, destacam-se o tradutor e o intérprete de Libras. Neste artigo, vamos explorar as funções, […]

Mapas Mentais

Os Cinco Parâmetros da Libras

A Língua Brasileira de Sinais, mais conhecida como Libras, é a principal forma de comunicação da comunidade surda no Brasil. Assim como qualquer outra língua, Libras possui uma estrutura complexa e regras gramaticais próprias. Uma das bases dessa estrutura são os cinco parâmetros da Libras. Mas o que são esses parâmetros e por que são […]