A diferença entre aposto e vocativo | Blog Kultivi

A diferença entre aposto e vocativo | Blog Kultivi

Andressa Federizzi
Andressa Federizzi
5 minutos de leitura
aposto e vocativo

Você sabe a diferença entre aposto e vocativo?

Saiba que este é um tema recorrente em concursos e pega alguns candidatos desprevenidos.

Mesmo que com estruturas e usos diferentes, a presença da vírgula pode confundir você ao analisar uma questão.

Para que você não cometa mais este erro, vamos relembrar as noções básicas de aposto e vocativo.

Depois de estudar, sugiro que você faça algumas questões para praticar. Isso porque muitas vezes as provas de concurso são complexas e você precisa familiarizar-se com elas.

Caso reste alguma dúvida ou você deseje se aprofundar mais, postarei aqui duas aulas completas e gratuitas da Kultivi sobre o tema, bem como link para o curso completo e gratuito de português da Kultivi e alguns links para outros cursos muito bons que selecionei, caso seja seu interesse.

Ao final, há mais recomendações da Kultivi. Vou te dar uma super dica que damos a todos nossos milhões de alunos. Siga a leitura do artigo para saber qual é.

O que é aposto?

Aposto não tem relação com o verbo apostar (se foi isso que você pensou). Tá, piada ruim, eu sei. Bem, aqui o aposto pertence aos termos acessórios da oração. Lembra-se deles?

Os termos acessórios são aqueles que, se retirados da frase, não causam prejuízo ao entendimento.

Diferente dos termos essenciais da oração que incluem sujeito e predicado. Obviamente essenciais para a compreensão da mensagem.

São termos acessórios o adjunto adnominal, o adjunto adverbial e o aposto.

O aposto junta-se ao substantivo ou a um pronome e pode estar na frase com a função de explicar algo, enumerar, resumir e especificar.

Ele pode ser usado em uma frase para acrescentar uma informação, geralmente entre vírgulas.

Veja este exemplo:

A Segunda Guerra Mundial, conflito militar entre 1939 a 1945, envolveu as maiores potências da época.

Note que a parte entre vírgulas explica e dá uma característica para a Segunda Guerra Mundial.

Caso não quiséssemos acrescentar esta informação, não haveria problema no entendimento do todo.

Neste exemplo, o aposto exerce a função explicativa.

Função especificativa do aposto

Como o nome já diz, o aposto especifica algum termo da oração.

A cidade de Londres tem alto índice de poluição.

As palavras cidade e Londres são equivalentes em significado, então, o trecho grifado – de Londres – está especificando o substantivo cidade.

Portanto, o aposto especificou uma informação.

Se usássemos Londres tem alto índice de poluição haveria sentido.

Ou A cidade tem alto índice de poluição também faria sentido, caso Londres já tivesse sido mencionada anteriormente.

Função enumerativa do aposto

Na frase, gosto de todos as massas italianas: lasanha, fettucini, talharim, etc. a parte após os dois pontos apenas enumera os tipos de massas italianas. Não apresenta informação nova.

Função de resumo do aposto

No exemplo abaixo, a parte sublinhada resume o que já foi mencionado.

Respeito, paciência e equilíbrio, tudo isso faz parte do convívio familiar.

Novamente, se retirarmos o aposto – tudo isso – não há problema com o entendimento da oração.

Vamos ver agora uma questão já cobrada em concurso.

a diferença entre aposto e vocativo
uso do aposto

O que é vocativo?

Vocativo não faz parte do sujeito e nem do predicado. É um termo isolado da oração e aparece entre vírgulas.

É usado para chamar a atenção do interlocutor. Vemos muito isso na literatura em razão dos diálogos entre os personagens e do narrador com o leitor.

Porém preste atenção, nem sempre o vocativo está no início da frase e nem sempre o vocativo é apenas um nome.

Pode ser um substantivo, pronome ou expressão substantiva.

Vamos ver alguns exemplos:

Dra. Joana, ligaram para você ontem.

Meus queridos amigos, obrigado pela visita.

Quando você começou isto, João?

Calma, minha filha, não precisa correr.

Note que os termos grifados, os vocativos, apenas chamam a atenção do interlocutor e não interferem na oração.

Identificar o vocativo na oração não é nada complicado.

Porém, não caia nessa de achar que o vocativo é o sujeito da oração. Muita atenção ao analisar uma questão.

Vou repetir um exemplo para te ajudar a entender.

Dra. Joana, ligaram para você ontem.

O verbo é ligar, certo? Agora te pergunto, quem ligou?

Não foi a Dra. Joana.

O sujeito desta oração, ou seja, quem exerce a ação de ligar, é indeterminado.

A Dra. Joana é o vocativo e o sujeito é indeterminado.

Vamos observar uma questão de Concurso para memorizar este conteúdo.

questao sobre aposto e vocativo
uso do vocativo

Tudo entendido até aqui?

Só para reforçar: NÃO confunda vocativo com aposto.

Analise com cuidado a questão e pense na função que o aposto ou o vocativo estão exercendo na frase.

Certo, para que isso tudo fique ainda mais claro para você, indico abaixo duas aulas do curso de Português gratuito da Kultivi.

Aposto e Vocativo Aula 1
Aposto e Vocativo Aula 2

O que é a Kultivi?

A Kultivi é o mais qualificado site de cursos gratuitos do país. São milhões de alunos estudando sem nenhum custo em cursos completos, ilimitados e com certificado gratuito.

Hoje disponibilizamos cursos nas áreas de: idiomas, concursos públicos, ENEM, desenvolvimento pessoal, negócios e OAB.

A KULTIVI RECOMENDA:

Se você está em busca de saber todos os detalhes e regras do idioma brasileiro, a Kultivi recomenda alguns cursos de Português que podem complementar seus conhecimentos e fazer você mandar super bem na gramática.

  1. Português Prático – a didática do professor é excelente. Na página de descrição do curso existem muitos relatos de pessoas que obtiveram sucesso com o método que promete seis vezes mais velocidade no aprendizado. Importante: o autor dá garantia de satisfação ou devolução do dinheiro.

2. Português do “Básico ao Avançado” – Professor Léo – é um curso completo em que o aluno tem acesso à gramática, redação, interpretação e questões comentadas; ainda terá suporte direto com o Professor. O curso vem com aulas teóricas, questões em pdf e material em pdf das aulas, simulados e etc. No link disponibilizado aqui há uma página com todas as informações e algumas lives gratuitas realizadas pelo professor.

Além desses cursos incríveis, lá vai nossa SUPER DICA. Aquela que recomendamos para nossos mais de 2 milhões de alunos: ganhar dinheiro assistindo aulas.

É possível, muito simples e não tem nenhuma pegadinha!

Basta acessar as aulas da Kultivi (cursos 100% gratuitos) através da Odysee, uma plataforma de vídeos semelhante ao Youtube, através desse link.

A plataforma é baseada em tecnologia blockchain, de desenvolvimento comunitário. Nela, desenvolvedores, produtores de conteúdo e usuários ganham criptomoedas (LBC), que são facilmente convertidas em reais, dólar ou outras criptomoedas.

Para os usuários há diversas formas de ganhar as moedas: assistindo vídeos, convidando amigos, e realizando inúmeras outras tarefas na seção de recompensas da plataforma.

Você ganha assistindo qualquer vídeo. Porém, assistindo os cursos gratuitos da Kultivi acontece a verdadeira mágica: além de não pagar pelos cursos, você recebe para estudar. Você pode acompanhar seu curso favorito, seja de idiomas, desenvolvimento profissional ou os preparatórios, emitir o certifico ao final do curso

Clique aqui para se cadastrar na Odysee


POSTS Relacionados

como estudar para concurso
Concursos

Como estudar para concurso: 4 disciplinas que você precisa saber

Como estudar para concurso iniciando com essas 4 disciplinas que sempre caem em concursos de nível médio. Português, Redação, matemática e Informática. Saiba Mais

edital de concurso - kultivi
Concursos

Edital de concurso público: Estratégia para ler editais

Você saber o que é fundamental extrair do edital? Neste artigo listamos algumas dicas sobre como ler o edital de forma estratégica.

Conjunções coordenadas e subordinadas - blog kultivi
Concursos

Português: Conjunções coordenadas e subordinadas

Conhecer e saber usar as conjunções coordenadas e subordinadas fazem diferença nas provas de concurso. Veja como é fácil