Enem 2017 vai ser reaplicado para 3.570 candidatos de nove locais de prova em três estados

Inep divulgou, na tarde desta terça-feira (7), a lista de locais de prova em que houve falta de energia elétrica durante o primeiro dia do Enem.

Cerca de 3.500 candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2017) vão ter o direito de refazer o primeiro dia de provas, afirmou na tarde desta terça-feira (7) o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Eles estavam em nove locais de prova de três estados brasileiros onde a aplicação das provas de redação, linguagens e ciências humanas foi prejudicada por falta de energia elétrica.

Os locais de prova ficam em três municípios: Teresina, Uruaçu (GO) e Olinda (PE).

Veja abaixo a lista de locais de prova onde os candidatos poderão refazer o primeiro dia do exame:

 

  • Escola Estadual Marechal Mascarenhas de Moraes, em Olinda (PE)
  • Universidade Uninovafapi, em Teresina (PI) e em sete endereços :
  • Colégio Estadual Alfredo Nasser, em Uruaçu (GO)
  • Colégio Estadual Joana D’arc, em Uruaçu (GO)
  • Colégio Estadual Polivalente Doutor Sebastião Gonçalves de Almeida, em Uruaçu (GO)
  • Faculdade Serra da Mesa, em Uruaçu (GO)
  • Faculdade Serra da Mesa - Bloco C, em Uruaçu (GO)
  • Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) - Campus Uruaçu - Bloco 200, em Uruaçu (GO)
  • Universidade Estadual de Goiás - Unidade Universitária de Uruaçu, em Uruaçu (GO)

 

Segundo dia de provas está mantido

 

Nesses locais, o Inep informou que a nova aplicação do primeiro dia do exame (com provas de redação, ciências humanas e linguagens) acontecerá no dia 12 de dezembro, mesmo dia em que essas provas do Enem serão aplicadas às pessoas privadas de liberdade. Já o segundo dia de provas do Enem para estes candidatos continua sendo o próximo domingo, com as questões de matemática e ciências da natureza.

"O Inep lamenta os transtornos pontuais provocados a esses participantes do Enem 2017, mas fatores como queda de energia independem da organização do Exame", explicou a autarquia nesta terça-feira.

 

Situações distintas

 

Em Teresina e em Uruaçu, a falha de energia impediu que os candidatos sequer começassem o exame. Por isso, todos os inscritos poderão participar da reaplicação dessas provas. No caso de Olinda, o Inep afirmou que, como a interrupção de energia elétrica ocorreu durante a aplicação do Enem, os candidatos inscritos naquele local de prova, mas que não apareceram no domingo, não terão o direito de fazer o Enem. O Inep disse, em nota, que 400 pessoas estavam inscritas no local, mas não divulgou a taxa de abstenção.

Em Teresina, o local de provas afetado tinha 767 candidatos já dentro da sala. Já em Uruaçu, onde a falha de energia afetou sete locais de prova, um total de 2.403 candidatos teriam sido afetados.

O Inep diz que, em Olinda, "a interrupção da luz ocorreu durante a aplicação e muitos participantes continuaram fazendo a prova", por isso a situação é diferente. "Todos poderão optar por fazer a reaplicação ou por terem os resultados calculados a partir da prova deste domingo, 5. Aqueles que se sentiram prejudicados pela interrupção parcial da energia e optarem por fazer uma nova prova terão consideradas as notas da reaplicação. A opção da reaplicação só é válida para quem compareceu no último domingo."

Fonte: G1

https://g1.globo.com/educacao/enem/2017/noticia/enem-2017-vai-ser-reaplicado-para-3570-candidatos-de-nove-locais-de-prova-em-tres-estados.ghtml

_relacionados

Copyright @2017 Kultivi Produção e Edição de Conteúdo Ltda - CNPJ: 28.186.806/0001-35 - Contato: contato@kultivi.com

Copyright @2017 Kultivi Produção e Edição de Conteúdo Ltda
CNPJ: 28.186.806/0001-35
Contato: contato@kultivi.com